©2018 FITTIPALDI ARQUITETURA LTDA. Todos os direitos reservados. Site por Marcos Afonso e Thayná Castro.

  • @FITTIPALDIARQUITETURA

OCUPAÇÃO - COWORKING / 512 SUL

1/9

O PROJETO

A edificação projetada para 512 sul ocupa dois lotes entre as Vias W3 e W2. A mesma área abrigou a primeira edificação construída na Via ainda na década de 60: A Galeria Planalto.

Assim como sua antecessora, esse projeto busca se relacionar de modo equânime com ambas as Vias. Assim, foram projetadas de circulações verticais nos dois extremos do lote, a fim de garantir versatilidade de fracionamento, com diferentes arranjos de uso e acesso aos pavimentos por ambos os lados. Diferente da grande maioria das edificações projetadas ao longo da Via W3, o projeto para 512 está voltado para a galeria de circulação de pedestres entre os blocos. Toda extensão do térreo conta com aberturas para essa área com grandes portas de correr em chapa metálica dobrada - mesmo material que reveste a edificação alternando planos fechados com módulos em pele de vidro.

O aspecto austero da envoltória escura se destaca pela sobriedade em uma Via tomada por comunicação visual, tornando-a convidativa não só para os comércio de bens e serviços, mas para o uso corporativo dos pavimentos superiores.

Considerações Urbanísticas

Ao longo da Via W3 Sul estão dispostas galerias de circulação que garantem o fluxo de pedestres entre a W3 - principal Corredor de transporte público  do plano piloto. Embora fundamentais para mobilidade, essas galerias encontram-se em estado de abandono e desuso por motivos urbanísticos diversos, mas também em função das edificações lindeiras que fecham-se para essas áreas, tornando-as inseguras e desqualificadas. Com a inversão dessa prática projetual, a edificação da 512 sul se propôs a ser a primeira ação efetiva de revitalização de uma dessas galerias.

Após sua conclusão, a edificação foi cedida temporariamente para o uso comunitário a fim de ativar iniciativas de revitalização da Via, rodas de conversa e inúmeros eventos não registrados batizados como “Caixa Preta”, em homenagem ao aspecto visual do prédio. Nesses encontros, diferentes convidados foram recebidos para abrir suas “caixas pretas” e revelar seus segredos e trajetórias individuais. Era parte da proposta que nada fosse documentado para além dos presentes.

Nesse período, mobiliários urbanos foram cedidos para área comum, a rampa de acesso veicular foi transformada em um auditório e a galeria ganhou pavimentação, iluminação e um grafitti de autoria do Marcio MAK. A Fittipaldi Arquitetura desenvolveu um projeto de ocupação para Co-Working que foi parcialmente implementado no período. Após esse uso, a edificação retomou seu propósito inicial: Locação comercial e Corporativa.

FICHA TÉCNICA

ARQUITETO: Eduardo Fittipaldi e Pedro Praia

EQUIPE: Luisa Kanno, Marcos Afonso e Maria Paula Dantas

LOCALIZAÇÃO: Asa Sul - Brasília - DF

ANO: 2017

STATUS: Construído

FOTOS: Joana França

https://www.metropoles.com/distrito-federal/espaco-de-coworking-vai-revitalizar-w3-com-inovacao-e-empreendedorismo

https://www.archdaily.com.br/br/905264/512-sul-fittipaldi-arquitetura

1/3

1/3

1/3

1/3

1/3

1/3

1/2